Huawei diz ter interesse na Nokia e critica Windows Phone

A fabricante chinesa Huawei declarou que está aberta a negociações para comprar a finlandesa Nokia e ajudá-la a se tornar líder do mercado mundial de smartphones. A declaração foi feita pelo presidente do grupo de negócios de consumo da Huawei, Richard Yu, ao Financial Times. "Estamos considerando estes tipos de aquisições, talvez a combinação tenha algumas sinergias, mas depende da vontade da Nokia. Estamos com a mente aberta", disse.

O executivo criticou ainda a plataforma de telefonia Windows Phone, da Microsoft, usada tanto pela Nokia quanto pela própria Huawei, declarando achá-la "fraca". "Se o Windows Phone [será] um sucesso é difícil dizer – tem uma quota de mercado muito pequena. [Windows Phones] são fracos, mas ainda necessitam de uma taxa de licença. Isso não é bom. O Android é livre", explica Yu. Atualmente, a maioria dos smartphones da fabricante chinesa opera com o sistema operacional do Google.

A chinesa se tornou a terceira maior fabricante de smartphones, em termos de volume, atrás apenas da Samsung e da Apple, e o objetivo da companhia, segundo Yu, é vender entre 55 milhões e 60 milhões de celulares neste ano, superando as fabricantes líderes no mercado. Contudo, a lentidão do crescimento da empresa se dá por uma escassez de suprimentos de componentes, afirma o executivo.

ATUALIZAÇÃO: De acordo com o serviço de notícias Bloomberg, fontes próximas à Huawei negaram que haja qualquer negociação em curso para compra da Nokia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.