Dish desiste de comprar a Sprint Nextel

No último dia do prazo estipulado, a Dish Network emitiu um comunicado ao mercado nesta terça, 18, desistindo oficialmente da oferta de fusão com a Sprint Nextel. A operadora de TV por satélite norte-americana afirmou que ainda vê valor estratégico na proposta de fusão com a tele, mas afirma que "as decisões feitas pela Sprint de encerrar prematuramente nosso devido processo de diligência e aceitar uma oferta extrema de proteção em seu acordo revisado com a  SoftBank, além de outras coisas, tornou impraticável para a Dish submeter uma oferta revisada no deadline imposto".

A oferta da japonesa SoftBank foi de US$ 21,6 bilhões, o que levou o board da Sprint a encerrar as negociações com a Dish, apesar de a operadora de DTH ter oferecido mais (US$ 25,5 bilhões). A proposta do banco japonês ainda precisará ser aprovada em assembleia de acionistas da tele norte-americana, prevista para o dia 25 de junho. 

Assim, a Dish afirma que irá "considerar as opções a respeito da Sprint". Isso pode permitir à empresa concentrar, por exemplo, esforços no Brasil. A companhia já assegurou o reposicionamento de seu satélite para cobrir o território brasileiro, e já estaria retomando o diálogo com possíveis parceiros no País, apesar de nada oficial ter sido comunicado até o momento.  

Mais brigas

Enquanto isso não acontece, a Dish afirmou em comunicado que vai concentrar esforços em completar a "tender offer" (oferta pública que pede aos acionistas que suavizem as vendas de papeis por um preço específico durante certo intervalo de tempo) pela operadora norte-americana Clearwire. A operadora de DTH anunciou na semana passada a intenção de estender o prazo prévio da oferta pela empresa, que deveria ser encerrado no dia 28 de junho, para o dia 2 de julho.

A movimentação, por sinal, levou a Sprint a entrar com uma ação para impedir a consumação da tender offer da Dish pela Clearwire, alegando que viola os acordos de equity e de compra e direitos de acionistas. A Sprint diz que "investiu bilhões de dólares em dinheiro e ativos para formar a Clearwire". A operadora ainda pediu compensação financeira e declaração de recuo.

A Dish publicou nota nesta terça afirmando que a ação é "uma tentativa transparente de divergir atenção da falha da Sprint em lidar honestamente com os acionistas da Clearwire; assim como explorar a posição majoritária para bloquear os acionistas da Clearwire em receber um preço justo pelos papéis". A Dish ainda afirmou que ainda mantém uma oferta superior, unanimemente reconhecida pelo board da tele.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.