Vivo renova com Media Networks para operação de DTH até o fim de 2022

A Vivo renovou até o fim de 2022 um contrato com a Media Networks Latin American (MNLA) para suporte da operação de TV por assinatura na tecnologia direct to home (DTH).

A decisão consta em comunicado sobre transação entre partes relacionadas publicado pela operadora na última segunda-feira, 17. A Media Networks também tem como controlador final a Telefónica, ainda que a venda do ativo para a operadora de satélites Hispasat já tenha sido acordada.

Sob o contrato de serviços (que entra no terceiro aditivo), a MNLA fica responsável pelo processamento de dados, operação e manutenção do produto DTH da Vivo, além de suporte técnico, captura de sinais de TV e áudio digitais, codificação/multiplexação de canais de áudio e vídeo e uplink satelital.

Notícias relacionadas

O valor estimado do aditivo é de US$ 7,005 milhões (cerca de R$ 36 milhões, na cotação atual do dólar). Desde dezembro de 2018, quando o contrato último entre as partes foi assinado, a Media Networks foi remunerada em US$ 30,053 milhões pela operadora brasileira.

"Os preços contemplados no aditivo estão em padrões de mercado, tendo sido realizado processo de negociação dos valores entre as partes. A MNLA é o único fornecedor no mercado habilitado a prestar os serviços previstos no aditivo de acordo com as especificidades requeridas pela companhia", afirmou o comunicado.

A Vivo parou de comercializar TV por assinatura via DTH em 2019. A empresa, contudo, ainda somava 309 mil clientes na tecnologia no último mês de março.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.