Telefónica deve trazer OpenRAN para Brasil ainda em 2020

Foto: Pexels

Controladora da Vivo, a Telefónica anunciou nesta quarta-feira, 18, uma união com as empresas Altiostar, Gigatera Communications, Intel, Supermicro e Xiling voltada para a implementação de redes de acesso móvel abertas (OpenRAN) em 4G e 5G. As primeiras provas do conceito devem ocorrer ainda em 2020 nos mercados prioritários do grupo, incluindo o Brasil.

O acordo estratégico ainda cobrirá Espanha, Alemanha e Reino Unido, com um cronograma definido para design, implementação, otimização, provas e industrialização dos novos equipamentos com padrão aberto. No Brasil, Claro, Oi e ISPs também consideram a opção, como apontado por este noticiário.

Notícias relacionadas

"Graças ao OpenRAN, obtemos benefícios de custo substanciais por conta da maior diversidade de provedores de rede presentes no modelo, especialmente em relação ao hardware de banda base, que desfruta de economias de escala significativas associadas ao setor de TI", afirmou a Telefónica, em comunicado.

Ainda segundo a companhia, a rede OpenRAN conectada à nuvem da operadora também permitirá "uma inovação mais rápida" em software e funcionalidades avançadas como automação de rede, otimização automática de recursos de rádio, coordenação de nós de acesso por rádio, acesso a aplicativos de terceiros por meio da computação de borda (edge) de acesso múltiplo (MEC) ou interfaces abertas (APIs).

Parceiros

No caso, a Gigatera Communications deve contribuir com equipamentos de estações radiobase e antenas preparadas para o OpenRAN, enquanto a Altiostar proverá soluções de software de acesso virtualizadas para um cenário multi-vendor. A Xiling, por sua vez, é especializada em plataformas de processamento flexíveis, enquanto a Super Micro oferecerá servidores de alto rendimento. Os processadores Xeon da Intel também serão utilizados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.