Long tail para distribuição de filmes sob demanda funciona se bem divulgado

A plataforma online elimina a restrição ao volume de títulos de vídeo, diz Daniel Topel, um dos fundadores da NetMovies. Segundo ele, em seu acervo de mídias físicas, a empresa conta com títulos que já saíram do catálogo das distribuidoras. No online isso é mais facilmente resolvido, uma vez que não é necessária a produção de qualquer tipo de mídia, apenas de tráfego do conteúdo online. "O long tail é importante para os serviços online", disse o executivo em debate no TV 2.0, organizado pelas revistas TELA VIVA e TELETIME e que aconteceu nesta sexta, 18, em São Paulo.
Pedro Rolla, diretor de mídia do Terra Latin America, concorda, mas com ressalvas. Na Internet, explica, os títulos de filmes concorrem não apenas entre si, mas com diversos outros serviços, como Twitter, email, Facebook etc. "O long tail precisa ser bem trabalhado. Precisa ter especiais e ser divulgado", diz. O executivo do Terra afirma que, desde o lançamento do serviço de locação de títulos, no final de 2010, foram feitos diversos especiais, promovendo determinados gêneros de filmes do acervo. "O que teve maior audiência foi só com filmes de Zumbis", diz. "A audiência foi dez vezes maior que a do especial com filmes de Natal", destaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.