Pé no freio para os fornecedores

Os resultados da Pirelli Cabos de 1997, revelando um P/L (Preço/Lucro) de 10 anos, considerado alto, ilustram, para vários analistas do mercado, os problemas que as ações de empresas fornecedoras de equipamentos de telecomunicações terão este ano. Os papéis não conseguem competir, em médio prazo, com as taxas de juros que remuneram as aplicações de renda fixa, na faixa de 30% ao ano. Na tabela Expectativas de Rentabilidade (abaixo), apenas Ericsson PN tem P/L inferior a 5. Mas, a exemplo de outras empresas do setor, mesmo a Ericsson deve ainda padecer dos atrasos nos investimentos das companhias telefônicas e de TV por assinatura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.