Brasil desacelera crescimento da base móvel em 2012

Com crescimento de 8,07% no ano, ou 19,54 milhões de novas habilitações, o Brasil fechou 2012 com 261,78 milhões de linhas móveis ativas, o que representa uma teledensidade de 132,78 acessos para cada grupo de 100 habitantes. Segundo balanço da telefonia móvel divulgado pela Anatel nesta sexta-feira, 18, o País não cresceu tanto quanto em 2011, quando foi registrado aumento de 18,33% na base de acessos, ou 39,3 milhões de novas habilitações em relação a 2010.

Notícias relacionadas

Foram cerca de 1,7 milhão de novos acessos somente na comparação com novembro do ano passado. Os acessos pré-pagos continuam a maioria (80,53%), com 210,82 milhões de linhas, contra 50,96 milhões de pós-pagos (19,47%). Os acessos de banda larga móvel (soma de acessos WCDMA e terminais de dados, como modems USB) somaram 59,19 milhões de linhas em serviço.

A Vivo segue com a maior participação no mercado, com 76,137 milhões de acessos e 29,08% de market share. Em seguida vem a TIM, com 70,343 milhões de linhas (26,87%); a Claro, com 65,238 milhões (24,92%); e a Oi, com 49,237 milhões (18,81%).

Nas tecnologias, o 2G mantém o status de rede mais acessada no Brasil, com 74,76% de market share. Os acessos 3G somavam 52,467 milhões em dezembro, participação de 20,04%, e os acessos de banda larga eram 6,725 milhões (2,57%). Os terminais de dados M2M seguem crescendo, com cerca de 93 mil novos acessos e fechando dezembro com 6,748 milhões (2,58%) de linhas.

Curiosidades

Após quatro meses exibindo o mesmo resultado (oito mil acessos), a MVNO Porto Seguro agora contabiliza 8.300 acessos. A Nextel aparece pela primeira vez no balanço, embora com apenas 36 acessos de dados banda larga e somente em São Paulo (área 11). Apesar do lançamento do 4G da Claro em dezembro no Recife, o sistema da agência não contabiliza registro de acessos LTE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.