Radioamadores pedem proteção contra interferência causada por lâmpadas de LED

Representantes do setor de radioamador estiveram reunidos nesta quarta, 18, com o ministro Paulo Bernardo e representantes da Anatel para discutir como driblar a interferência que certos produtos causam neste tipo de comunicação.

Notícias relacionadas
A insatisfação dos radioamadores recai sobre os equipamentos que usam lâmpadas de LED que, segundo eles, emitem frequências que interferem na comunicacão do radioamadorismo. "Colocamos para o ministro a necessidade de adaptar o marco regulatório à realidade atual", afirma o membro do grupo de radioamador Araucária de DX, Atilano Sobrinho.

Além das lâmpadas de LED, que hoje começam a ser usadas na iluminação pública e nos semáforos, alguns equipamentos chineses emitem radiofrequência que interefere na comunicação dos radioamadores. Segundo Sobrinho, é preciso que o Minicom, junto com Inmetro e Anatel, estabeleçam parâmetros seguros para emissão de radiofrequência desses equipamentos.

Os radioamadores também colocaram a necessidade de se reduzir o imposto de importação para que seja possível aumentar o número de 35 mil radioamadores no País. Segundo eles, os equipamentos para a atividade são importados.

A preocupação, segundo ele, também é compartilhada pela Associação Brasileria de Emissoras de Rádio e TV (Abert), com quem os radioamadores estiveram reunidos mais cedo. Sobrinho menciona que algumas lâmpadas ou equipamentos como liquidificadores têm causado interferência no sinal das redes de rádio e TV.

Os radioamadores utilizam frequência licenciada, embora não precisem passar por nenhum processo licitatório para utilizá-las. Também recolhem as taxas de fiscalização do Fistel.

2 COMENTÁRIOS

  1. Realmente as Lâmpadas de LED emitem uma frequência que interferem nos equipamentos de RF dos Radioamadores.Será que esta interferência não prejudica a saúde?Confesso que estou pesquisando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.