Embratel e Embrapar abrem oferta pública para fechar capital da Net Serviços

A Embratel e a Embratel Participações (Embrapar) anunciaram ao mercado nesta quinta-feira, 17, o início da oferta pública para a aquisição (OPA) de até a totalidade das ações ordinárias (NETC3) e preferenciais (NETC4) da Net Serviços. A tender offer está conduzida no Brasil e nos Estados Unidos, em American Depositary Shares (ADS), ao valor de R$ 29,02 por ação comum e por ação preferencial mais juros, o que significa um valor total de R$ 474.461.833,60, que ainda será corrigido pela variação da CDI até a data do leilão. O conselho de administração da Net aprovou a OPA em uma assembleia realizada na última terça-feira, 15, por unanimidade.

Trata-se de mais um passo para a simplificação societária da empresa, que já tinha iniciado a efetivação do fechamento de capital em 7 de junho de 2012, em decorrência da troca de controle da operadora de TV por assinatura e da saída do Nível 2 de governança corporativa da BM&FBovespa. Assim, apenas a Embratel ficará com ações públicas, porque é obrigada a fazê-lo, visto que se trata de uma concessionária de serviços públicos.

A OPA será conduzida em um leilão na Bovespa no dia 27 de novembro, às 16h (horário de Brasília), no sistema de negociação do Segmento Bovespa. O prazo de validade para a oferta é justamente um dia útil antes do leilão. Os acionistas detentores das ADSs que desejarem participar da oferta precisam entregar as ADSs ao agente receptor, o Bank of New York Mellon, para que as ações sejam desvinculadas na habilitação. Além da OPA no Brasil e nos EUA, os acionistas detentores de ações preferenciais negociadas na Latibex, o Mercado de Valores Latinoamericanos, na Espanha, poderão aderir à oferta "por sua conta e risco".

O leilão poderá sofrer interferência, desde que esta seja realizada por um preço pelo menos 5% superior ao preço ofertado. A liquidação do leilão será realizada no dia 2 de dezembro.

Hoje, as poucas ações da Net ainda disponíveis em mercado são negociadas por cerca de R$ 29 e a empresa tem valor de mercado de R$ 10 bilhões, mas praticamente não existem movimentação desses papeis.

Histórico

A Net tem procurado reajustar a complicada estrutura societária e proporcionar seu fechamento de capital. Além da recente incorporação de operações de subsidiárias em São Paulo e outras cidades, a companhia já havia incorporado a GB Empreendimentos e Participações em agosto. Com essa movimentação, Embratel e Embrapar já haviam passado a ter participação direta na Net, proporcionando melhora de fluxo de caixa. Trata-se de mais um passo à simplificação societária de todas as empresas do grupo América Móvil no Brasil, que devem, em "alguns anos", passar por uma consolidação e operar sob um CNPJ único, conforme afirmou a este noticiário em agosto, durante a ABTA em São Paulo, o presidente da Claro, Carlos Zenteno.

Segundo informação também de agosto deste ano, antes da incorporação da GB, o capital social da Net era de R$ 5.612.242.940,97, dividido em 114.459.685 ações ordinárias e 228.503.916 ações preferenciais. A composição acionária da empresa era de 91,13% para a GB (que possuía 97,63% das ações preferenciais); 4,11% para a EG; 2,98% para a Globo; e 1,79% para outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.