Mercado corporativo e grandes eventos impulsionam negócios da Furukawa

A Furukawa está transformando o momento de desaceleração da economia brasileira em verdadeira oportunidade para ampliar seus negócios junto ao mercado corporativo. A fabricante de cabos e fibras óticas e fornecedora de soluções de rede adaptou sua oferta GPON para operadoras e pequenos provedores de Internet (ISP) que têm implantado redes de fibras Brasil adentro também para o mercado corporativo. Lançada ainda no ano passado com o nome de Laserway, a solução 100% IP promete reduções de até 70% nos investimentos em redes LAN (Local Area Network).

"No ano passado, com o início dessa crise, vimos que as empresas começaram a ter restrição de budget, mas ao mesmo tempo precisavam evoluir suas redes e fazer mais com menos. Foi quando lançamos essa solução baseada em GPON, com customização de BIOS e softwares para conversar com o mundo de TI, e que traz redução no Capex e no Opex", lembra o gerente geral de vendas da Furukawa, Roberto Kihara.

De acordo com o executivo, o investimento inicial em passivos de rede pode ser reduzido de 42% a 54%, dependendo do projeto, e de 23% a 70% com ativos, os equipamentos eletrônicos que vão nas pontas da fibra ótica. O Laserway tem gestão centralizada, o que elimina a necessidade de salas técnicas espalhadas pela estrutura da empresa. "Uma porta ótica consome 400 vezes menos energia elétrica (com switches e roteadores) em relação à metálica. E a fibra monomodo GPON que usamos na solução Laserway chega a 20 km de comprimento sem a necessidade de repetidor – numa solução convencional com switches essa distancia é de 100 metros. Isso reduz também custos de manutenção", explica Kihara.

A Kurukawa já tem cerca de dez clientes corporativos implantando a solução Laserway e outros dez em estágios de cotação e prova de conceito.

"Já instalamos a solução passiva no novo Centro Administrativo do Distrito Federal (CADF) com capacidade para 30 mil usuários e a instalação dos ativos deve ser concluída até o fim do ano. E esse mês começamos a substituir toda a rede convencional da matriz e da fabrica da PADO (fabricante de cadeados) no Paraná. Nosso pipe line cresceu muito desde o início do ano e estamos animados, fazendo provas de conceito com clientes grandes, e tivemos até que contratar gente", revela o executivo, acrescentando que a expectativa da Furukawa é crescer entre 30% e 40% em receita esse ano com o Laserway.

A Furukawa estima entre 54% e 56% seu share em soluções de cabeamento estruturado no mercado corporativo e, segundo Kihara, se for considerado tudo o que a Furukawa brasileira exporta para a região da América Latina, o mercado corporativo hoje já tem o mesmo peso no faturamento da operação do Brasil para a Furukawa que as grandes operadoras de telecomunicações.

Grandes Eventos

A Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 do Rio de Janeiro também contribuíram para o bom desempenho da Furukawa nos últimos anos. A fornecedora forneceu infraestrutura de cabos e fibras para 11 das 12 arenas da Copa do Mundo no ano passado, além de responder pela infraestrutura de redes dos maiores aeroportos privatizados do País. "Com solução convencional, estamos em todos os grandes aeroportos privatizados, como o de Guarulhos, Viracopos (Campinas/SP) e Brasília. Estamos com duas provas de conceito para substituir essas redes por GPON em dois desses e estamos animados também com a privatização de mais cinco aeroportos até o final do ano que vem", conta.

Para as Olimpíadas, a Furukawa já garantiu contratos para implantar as infraestruturas de redes do Centro Olímpico, do Parque Aquático, do Parque de Tênis e do novo terminal do aeroporto internacional do Galeão. "Fora isso, no entorno tem muitos projetos de transporte e segurança e mais de 400 hotéis que têm de ficar prontos esse ano para ter isenção de IPTU", acrescenta.

Outro foco da Furukawa tem sido o mercado de data centers, impulsionado pela demanda por serviços em nuvem. A fornecedora tem uma solução específica de alta densidade e desempenho para esse segmento, o IT MAX, presente hoje em 7 dos 10 maiores hosting data centers do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.