Ericsson fecha 2º tri com aumento nas vendas, mas perde em margem bruta

Mesmo com o mercado de banda larga móvel estabilizado na América do Norte no período atual, a Ericsson fechou o segundo trimestre com 60,7 bilhões de coroas suecas (aproximadamente R$ 22,34 bilhões) em vendas, um aumento de 11% em relação ao ano anterior. Novos pedidos de equipamentos de rede para Oriente Médio, Índia e o Sudeste Asiático – embora tenham diminuído no Japão – colaboraram para o desempenho.

Notícias relacionadas
O resultado superou a estimativa dos analistas de mercado e a ação da empresa teve um aumento de 3,38% na bolsa de Estocolmo, Suécia, nesta sexta-feira, 17. De acordo com a Bloomberg, os especialistas esperavam vendas da Ericsson na casa dos 58 bilhões de coroas suecas.

A companhia sueca indica o aumento das vendas no setor de redes, com alta de 16% ante o segundo semestre de 2014, e o desenvolvimento do negócio de serviços profissionais, como os principais motivos para a melhoria em relação ao trimestre do ano anterior.

Outros índices que contribuíram para a Ericsson fechar em um bom momento são: o lucro operacional, que melhorou em todos os setores da empresa, com 6,3 bilhões de coroas suecas ante 4,2 bilhões do mesmo período em 2014; e o fluxo de caixa, este em 3,1 bilhões de coroas suecas ante 2,1 bilhões de coroas suecas do segundo trimestre de 2014.

Por outro lado, a margem bruta da empresa caiu 35,1% (com os custos de reestruturação sobe para 36,6%). Com o recuo nas vendas de equipamentos de rede para a América do Norte (AT&T) e a perda de receita com propriedade intelectual – a Ericsson enfrenta uma batalha judicial com a Apple no segmento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.