ZTE venderá celulares GSM com marca própria no Brasil este ano

A ZTE está decidida a entrar com sua marca própria no mercado brasileiro de celulares GSM. A fabricante chinesa já tem contrato fechado com uma operadora – cujo nome ainda não pode ser divulgado – e está prestes a assinar outro com uma segunda operadora. A expectativa da empresa é produzir entre 500 mil e 800 mil unidades este ano no País, dependendo da demanda das teles. A fabricação será terceirizada junto a um parceiro em São Paulo.
Inicialmente, serão oferecidos no mercado nacional dois modelos de celulares com a marca ZTE: um low end slider com rádio FM e um mid-tier touch screen com câmera. "Foram dois nichos específicos que identificamos e vamos apostar neles", explica o gerente geral da plataforma de handsets da ZTE no Brasil, Luis Fonseca. Esses dois primeiros modelos trafegam dados apenas em GPRS.
A venda com marca própria demandará da ZTE um forte investimento em marketing para tornar seu nome mais conhecido junto ao usuário final. De acordo com Fonseca, a empresa está aguardando a estratégia da primeira operadora que comercializará seus celulares para definir como será a campanha de marketing: é preciso saber se a distribuição dos aparelhos será regional ou nacional.

Notícias relacionadas
Vale lembrar que indiretamente a ZTE já participa do mercado brasileiro de celulares GSM fornecendo tecnologia para que terceiros produzam aparelhos e vendam com suas marcas. É o caso da Aiko que produz em Manaus alguns modelos GSM com tecnologia da ZTE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.