TIM vai priorizar energia solar em expansão de rede 4G

A TIM anunciou nesta segunda-feira, 17, um projeto para priorizar o uso de estruturas simplificadas e energia renovável (como painéis solares para conectar torres e antenas) na alimentação de estações 4G.

Batizada como SkyCoverage, a iniciativa faz parte da estratégia da TIM de atender 100% dos municípios brasileiros com o serviço LTE até 2023. Atualmente, a cobertura 4G da empresa está em 4.121 cidades.

Em comunicado, a operadora afirmou que já vem priorizando soluções off-grid na instalação de novos sites – ou aquelas que não dependem de rede elétrica para funcionamento, valendo-se de alimentação de energia proveniente de painéis fotovoltaicos.

Notícias relacionadas

"A partir de antenas de infraestrutura simplificada, chamadas sites, com torre estaiada e de menor custo, será possível distribuir o sinal 4G mesmo onde não há rede elétrica, já que podem ser alimentadas por energia solar. Desta forma, são estruturas não só mais acessíveis em todo o território nacional como também sustentáveis", sustentou a operadora.

A TIM também sinalizou que a escolha de fornecedores e parceiros para os sites estará atrelada às metas da iniciativa. O projeto SkyCoverage faz parte da série de compromissos ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) adotados pela empresa, como metas de ecoeficiência e uso de energia renovável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.