João Rezende pede que UIT discuta descompasso na receita da Internet

O presidente da Anatel, João Rezende, fez coro ao ministro Paulo Bernardo e pediu que a UIT trabalhe em uma divisão entre os países mais equitativa das receitas com o tráfego de Internet. Rezende mencionou que na última Conferência de Telecomunicações realizada em Dubai notou "algumas barreiras" colocadas pelos EUA para discutir essa questão.

"Há uma excessiva troca de tráfego em território americano que gera um descompasso. Temos que pensar como esse desenvolvimento pode ser repartido. Acho que esse é o grande desafio da UIT", disse Rezende, durante a celebração do dia mundial das telecomunicações e da sociedade da informação que aconteceu nesta sexta, 17, em Brasília.

Hoje a maior parte do tráfego mundial da Internet acontece nos EUA, já que os principais serviços da web estão hospedados em território norte-americano. O ministro Paulo Bernardo, sensível a essa questão, tem dito que é preciso trabalhar em um programa de atração de data centers no Brasil.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), em conjunto com os demais países do Mercosul, lançou durante o evento o selo comemorativo "Internet – Redes Integradoras". Cibersegurança, sistema nacional de identificação de veículos, políticas para redes integradoras e sistemas de transporte inteligentes foram alguns dos temas discutidos durante o encontro.

Participaram do evento o diretor para as Américas da UIT, Bruno Ramos, e o Jorge Chediak, coordenador das Nações Unidas no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.