Para pesquisador, é preciso buscar consensos para desenvolver ecossistema digital

O pesquisador da Columbia Business School Raul Katz acredita que, apesar das divergências e posições muitas vezes antagônica entre provedores de infraestrutura e provedores de conteúdo e serviços de Internet, sobretudo em questões relacionadas à neutralidade de rede, é possível encontrar pontos de entendimento entre esses diferentes agentes. Segundo ele, cabe inclusive aos governos buscar esses pontos de entendimento para o desenvolvimento saudável do ecossistema digital nos países da América Latina. Entre os pontos comuns, diz Katz, estão preocupações com a formação de mão-de-obra qualificada para a nova economia digital, políticas de incentivo a start-ups e desenvolvimento de conteúdos locais.
Katz esteve esta semana no Brasil para uma rodada de discussões com vistas a produzir um estudo sobre o ecossistema digital na América Latina.

Notícias relacionadas

Segundo Katz, a ideia é organizar reflexões de diferentes participantes da cadeia de valor da economia digital com vistas a elaborar uma matriz de recomendações que possam orientar políticas públicas e iniciativas de desenvolvimento dos mercados na região. O estudo é patrocinado pela Comissão Econômica para América Latina e Caribe (CEPAL), pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), pelo Centro de Estudos de Telecomunicações de América Latina (Cet.la, ligado à AHCIET) e pela Fundação Telefônica, e resultará em um livro e em um seminário a ser realizado em julho, no México. Katz explica que nessa fase do trabalho está conversando com empresas, especialistas do setor público e privado, acadêmicos e formuladores de políticas. O estudo incluirá conversas no Brasil, México, Argentina, Colômbia, Peru e Chile.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.