Publicidade
Início Teletime Elogios à Foxconn geram desconfiança sobre auditorias na empresa

Elogios à Foxconn geram desconfiança sobre auditorias na empresa

Dias depois do anúncio da realização de auditorias em fornecedoras da Apple, o presidente da Fair Labor Associations (FLA), ONG responsável pelo trabalho, teceu elogios sobre as condições de trabalho na Foxconn. A diversos veículos internacionais, o executivo afirmou ter testemunhado um ambiente tranqüilo e de "primeira classe".

Notícias relacionadas
A declaração gerou desconfianças sobre a validade das investigações, principalmente levando em consideração o histórico de acidentes e suicídios em várias unidades da fabricante chinesa. Em entrevista ao The New York Times, outro membro da FLA que participou das vistorias, Jorge Perez-Lopez, reforçou que o "trabalho da instituição não tem por base as primeiras impressões". "As conclusões serão tiradas quando o relatório completo for divulgado", tranquilizou Lopez.

Dezenas de empregados serão entrevistados para impedir maquiagem das reais condições de trabalho enquanto a auditoria for realizada. Mesmo assim, as afirmações levantaram suspeitas de entidades de defesa dos direitos humanos. "Estou impressionado que a FLA deu carta branca a uma das companhias mais notórias por abusos, baseada apenas num tour guiado promovido pelos próprios empresários", afirmou ao jornal americano o líder do Consórcio de Direitos Trabalhistas, Scott Nova. A organização monitora diversas fábricas em todo o mundo com o apoio de universidades.

A fundadora da Verite, Heather White, fundação que desenvolve trabalho semelhante, classifica como "prematura" a afirmação da FLA. "Ele não deveria fazer nenhum comentário antes da entrevista com os empregados", disse Heather. "Ele sequer fala chinês e não é um auditor qualificado para tirar esse tipo de conclusão", acusou a ativista.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile