Vivo mantém liderança em market share no SMP

O acréscimo de 21,061 milhões de novos acessos na telefonia móvel ao longo de 2007 não alterou o quadro mercadológico do setor. Segundo dados divulgados na manhã desta quinta-feira, 17, pela Anatel, a Vivo continua sendo a líder entre as operadoras do SMP, com 27,68% da clientela brasileira, apesar de ter perdido mercado no último ano. No fim de 2006, a empresa tinha uma fatia de 29,08% do mercado.
A TIM mantém-se na segunda colocação, com 25,85% dos clientes, percentual pouquíssimo maior do que os 25,45% que possuía ao fim de 2006. A Claro foi a que mais elevou sua participação de mercado em 2007, conquistando mais um ponto percentual no ranking. A operadora do grupo mexicano Telmex, fechou o ano com 24,99%, ante 23,90% em 2006, mantendo-se como a terceira maior empresa da telefonia móvel brasileira.
A Oi continua na quarta posição, com 13,21% do mercado (13,09% em 2006), seguida pela Telemig/Amazônia Celular com 4,40% (4,65% em 2006). Nas últimas posições estão a Brasil Telecom GSM com 3,52% (3,38% em 2006); CTBC Celular com 0,30% (0,37%); e Sercomtel Celular com 0,06% (0,08%).

Notícias relacionadas

BrT + Oi com 16,73%

De acordo com os números oficiais da Anatel, uma eventual união das empresas Oi e Brasil Telecom garantiria uma fatia de 16,73% do mercado da telefonia móvel atual, índice que colocaria a nova empresa na terceira colocação no ranking do SMP.
Vale lembrar que apenas Vivo, TIM e Claro possuem cobertura nacional, o que aumenta a distância no ranking de mercado das empresas com operação mais restrita, como Telemig/Amazônia Celular, Brasil Telecom GSM, CTBC Celular e Sercomtel Celular. O Brasil fechou 2007 com 120,980 milhões de acessos móveis, quebrando mais um recorde no mercado.

Teledensidade

Com relação à teledensidade, o Distrito Federal continua sendo o mercado mais próspero em vendas de celular comparado com o seu número de habitantes. O DF fechou 2007 com 1,17 telefone por cada habitante (penetração de 117%). A segunda maior praça ainda é o Rio de Janeiro, com 79,72% da população com celular. O terceiro colocado é o Mato Grosso do Sul, com uma teledensidade de 77,49%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.