Quando Madrid participa das decisões

Ferreira esclareceu quando a matriz da Telefónica, em Madrid, participa ou não das decisões de compra das operadoras. As mesas de compras de todas as unidades são ligadas por videoconferência, o que possibilita a discussão simultânea mundialmente sobre a política de aquisição. Quando se trata de produto e serviço local, a decisão é restrita à operadora, mas se envolve sinergia mundial, Madrid participa da decisão. Neste último caso estão as linhas de comutação, onde a holding espanhola joga com os fornecedores com toda a demanda que tem. "O importante é que depois todas as contratações são feitas no mercado local. Ninguém vai optar por importação de equipamentos, quando se tem fornecimento no Brasil", garante o executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.