Hub de inovação da Vivo investe em empresa de Internet das Coisas

Foto: Pixabay

Especializada no mercado de Internet das Coisas (IoT) e com mais de um milhão de equipamentos em operação, a Ativa Soluções recebeu um aporte da Wayra (o hub de inovação da Vivo). A operação ocorre em coinvestimento com a gestora de venture capital KPTL.

Fundada em Santa Rita do Sapucaí (MG), a Ativa tem oferta que combina hardware para coleta de dados e uma plataforma de gerenciamento remoto em tempo real, ambos desenvolvidos internamente. A empresa conta com 62 funcionários e atividades nos Estados Unidos, México e Chile, além do Brasil.

Ao lado da Vivo, a investida foi responsável pela criação do Vivo Clima Inteligente, lançado no mês de agosto. BRK Ambiental, Neoenergia, Hyundai Rotem, CAF e CPFL são algumas das empresas que já utilizam tecnologia da provedora de soluções mineira.

Com o aporte (cujo valor não foi divulgado), a Ativa espera aperfeiçoar políticas internas de governança e aumentar a musculatura nas verticais de telecom, gás, saneamento, transporte, energia elétrica e no agronegócio.

Escala

"Acreditamos na Ativa Soluções desde quando a empresa foi selecionada no programa Agro IoT Lab, que rodamos em parceria com a Vivo, Ericsson, Raízen, Pulse e ESALQTec, em Piracicaba", afirmou a country manager da Wayra Brasil, Livia Brando. Segundo ela, há sinergia e complementaridade entre as ofertas da operadora e da investida, além potencial para escalabilidade em parcerias.

Já a KPTL (que gere o Fundo Criatec 3 do BNDES) relata que conta com dez empresas de IoT na carteira de investimentos. No caso da Ativa, foi destacada "uma propriedade intelectual consistente que se debruça sobre várias verticais relevantes". Além BNDES, o Fundo Criatec 3 conta com mais de dez cotistas entre bancos de desenvolvimento, agências de fomento estaduais, corporações e investidores privados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.