Huawei reporta alta de 24,4% na receita no acumulado de nove meses

Foto: Divulgação

Ainda que alvo de pressões lideradas pelo governo dos EUA, a fornecedora de equipamentos Huawei reportou uma alta de 24,4% na sua receita global durante os três primeiros trimestres do ano. Conforme dados divulgados nesta quarta-feira, 16, o faturamento entre janeiro e setembro alcançou 610,8 bilhões de yuans, ou cerca de US$ 86,1 bilhões. Já a margem de lucro no intervalo ficou em 8,7%.

A multinacional chinesa também afirmou possuir pelo menos 60 contratos comerciais de 5G com operadoras em todo o mundo, resultando no envio de mais de 400 mil unidades de antenas ativas (AAU) 5G Massive MIMO para o mercado global. Já a produção e fornecimento de equipamentos para transmissões óticas, comunicações de dados e produtos de TI teria crescido "consistentemente" dentro do segmento carrier, destacou a empresa – que também valorizou a celebração de alianças para 5G com parceiros da indústria.

No segmento empresarial, a Huawei pontuou que 228 empresas componentes da Fortune Global 500 e 58 da Fortune Global 100 contam com a fornecedora como parceira para transformação digital, além de aproximadamente 700 cidades. Em paralelo, cerca de três milhões de usuários e desenvolvedores corporativos já estariam usando a Huawei Cloud para criação de produtos e soluções.

No caso da vertical de consumo, a empresa destacou o envio de mais de 185 milhões de unidades durante os nove primeiros meses de 2019, representando um aumento de 26% ante o mesmo período do ano anterior. Já o ecossistema de serviços móveis da fornecedora (afetado após a ofensiva dos EUA) estaria cobrindo mais de 170 países, com mais de 1,07 milhões de desenvolvedores registrados em todo o mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.