Bernabè renuncia também ao cargo de chairman da GSMA

Duas semanas após ter deixado o cargo de chairman da Telecom Italia, Franco Bernabè anunciou nesta quarta-feira, 16, sua renúncia também ao cargo de chairman da GSMA, entidade que representa operadoras móveis no mundo. Em comunicado, a associação afirmou que, conforme o regimento interno, o CEO da operadora norueguesa Telenor Group e atual vice-chairman da entidade, Jon Frederik Baksaas, assumirá o posto de chairman interino imediatamente. Um novo nome definitivo para o cargo será escolhido em eleições entre os membros do conselho em novembro.

No comunicado, a diretora-geral e membro do conselho da GSMA, Anne Bouverot, afirmou que a entidade expressa "profunda gratidão" a Bernabè. "Franco foi um defensor apaixonado de uma abordagem prospectiva e colaborativa no enfrentamento dos desafios vividos por nosso setor e foi um privilégio trabalhar com ele", afirmou a executiva, que recentemente assumiu o conselho administrativo da empresa de consultoria, tecnologia e terceirização Capgemini.

O ex-executivo da Telecom Italia atuava no cargo de chairman da GSMA desde janeiro de 2011 e havia sido reeleito no final de 2012 junto com Baksaas como vice-chairman. Bernabè deixou o comando da controladora da TIM Brasil no dia 3 de outubro, após a frustração de não ter conseguido colocar em prática seu plano de revitalização da empresa italiana. O executivo pretendia a recapitalização de cerca de 5 bilhões de euros e sempre se mostrou contrário à venda da TIM. No lugar dele na incumbente italiana, também interinamente pelo menos até novembro, está Marco Patuano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.