DF fecha parceria com Claro e TIM para bancar franquia de dados para estudantes

Foto: Álvaro Henrique, Ascom/SEEDF

A partir desta quarta-feira, 16, os estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal que possuem chips ativos das operadoras Claro e TIM terão acesso gratuito ao aplicativo Escola em Casa DF, da Secretaria de Educação do Distrito Federal. A iniciativa é uma forma de permitir que os alunos tenham acesso a conteúdos de ensino durante o período de aulas presenciais suspensas.

No aplicativo, os alunos terão acesso gratuito à plataforma Google Sala de Aula, por meio de contrato de franquia patrocinada (zero-rating) fechado entre as operadoras e o Governo do Distrito Federal. Ou seja: os alunos acessarão a plataforma e a Secretaria de Educação pagará a franquia de dados utilizados. A secretaria informou que está na expectativa de que mais operadoras façam o credenciamento junto ao governo para permitirem que mais alunos tenham acesso ao benefício.

Uso exclusivo para aplicativo

O contrato da Secretaria de Educação e TIM e Claro prevê franquia de dados para uso exclusivo da plataforma. Segundo informa a secretaria do GDF, o estudante deve, além de possuir um chip ativo, baixar o aplicativo Escola em Casa DF para ter o benefício. O app está disponível para aparelhos Android e iOS.

No caso de alunos da educação infantil e anos iniciais, os responsáveis por cada criança deverão acessar a plataforma e baixar os materiais das aulas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.