Aníbal Diniz defende Internet em regime público e reuso de frequência em sabatina no Senado

Aníbal Diniz durante sabatina na Comissão de Infraestrutura do Senado

Com um voto contra, a Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou, nesta quarta-feira, 16, a indicação do ex-senador Aníbal Diniz para o Conselho Diretor da Anatel. Ao final da sabatina, o indicado defendeu a prestação do serviço de banda larga em regime público, até que seja alcançada a universalização do acesso.

Na sabatina, Diniz disse que as reclamações das operadoras contra o WhatsApp não têm fundamento. Ele entende que as queixas fazem parte da disputa estabelecida entre as teles e as empresas over-the-top (OTTs), mas que o uso de aplicativos que facilitam a vida das pessoas já é pago pelos consumidores quando contratam um plano de dados.

Diniz defendeu a criação de uma agenda pública para debater bens reversíveis, licença única para serviços, implantação definitiva da Análise de Impacto Regulatório (AIR), que avalia os benefícios e os custos das normas a serem aprovadas, e reuso das frequências adquiridas pelas operadoras, mas que estão sendo desperdiçadas em áreas de pouca atratividade econômica. Para ele, o consumidor deve estar no centro da atuação da Anatel.

O ex-senador defendeu a revisão dos indicadores de qualidade dos serviços, que são muito técnicos. "Os serviços de telecom são os mais reclamados, mesmo com novas exigências de qualidade impostas pela Anatel", disse. Ele entende que as metas atuais não refletem os anseios dos usuários, nem medem a qualidade percebida por eles.

Os senadores cobraram o trabalho do novo conselheiro em prol da melhoria dos serviços de telecomunicações na região Norte, que ele representou no Senado, e da participação maior das empresas de pequeno porte no mercado. Eles acreditam que o empenho do ex-senador será suficiente para superar a falta de maior conhecimento técnico que tem do setor. Para o senador Walter Pinheiro (PT-BA), o foco deve ser o cumprimento efetivo da LGT (Lei Geral de Telecomunicações), norma que considera atual, antes de propor novos regulamentos.

A votação do nome de Aníbal Diniz no Plenário do Senado pode acontecer ainda nesta quarta-feira à noite. A comissão aprovou o pedido de urgência para acelerar a tramitação. Na comissão, o ex-senador recebeu 22 votos favoráveis e só um contra.

Nova sabatina

Na reunião de hoje da Comissão de Infraestrutura também foi lido o parecer do senador Elmano Ferrer (PTB-PI), da indicação do advogado Otávio Luiz Rodrigues Júnior para a vaga de Marcelo Bechara na direção da agência. Foi concedida vista coletiva da matéria e a sabatina do indicado deve acontecer na próxima semana.

2 COMENTÁRIOS

  1. Nem vale a pena pensar que vai melhorar para o consumidor, sempre fazem essas promessas e ao chegar no cargo trabalham em favor das empresas de telecom.
    Tem que mudar desde o Ministerio das Comunicações a Toda a Anatel, sendo pessoas ligadas ao povo e não as empresas de telecom.
    O dia que aparecer um politico honesto em um cargo na Anatel é porque o dia do juizo final está proximo e deus vai deixar todos os politicos aqui na terra para toda eternidade e levar os consumidores honestos ao ceu, enquanto nós consumidores seremos felizes, os que ficarem na terra vao pagar por seus crimes.

  2. Ao verificar a importância de alguns conselheiros de instituições públicas e tendo como referencia o conselho da petrobras que aconselhou a compra e construção de refinarias ,me deu um calafrio quando Vi o currículo do escolhido para o conselho da Anatel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.