Publicidade
Início Newsletter Desktop amplia base e receitas, mas tem prejuízo no segundo trimestre

Desktop amplia base e receitas, mas tem prejuízo no segundo trimestre

A operadora regional Desktop registrou um ritmo acelerado de crescimento nas receitas e na base de clientes ao longo do segundo trimestre, mas finalizou o primeiro balanço operacional após o IPO com prejuízo líquido de R$ 1,260 milhão entre abril e junho, pressionado pela alta nas despesas.

Apresentados na noite desta segunda-feira, 16, os números apontaram uma receita líquida de serviços de R$ 73,4 milhões apurada pela empresa paulista. O montante cresceu 91% na comparação com o segundo trimestre de 2020.

O salto foi possibilitado pelo aumento na base de clientes, que bateu 333 mil acessos ao fim do primeiro semestre. Impulsionado por aquisições, o indicador teve alta de 108% em um ano; organicamente, a ampliação da base ficou em 55% frente ao ano passado.

Notícias relacionadas

O número de cidades atendidas pela provedora fundada em Sumaré (SP) também cresceu: de 17 no segundo trimestre de 2020 para 54 ao final de junho. As homes-passed (HPs) com fibra óptica da Sumaré chegaram a 1,581 milhão com a expansão, em avanço de 182%.

Em termos de Ebitda, o resultado da Desktop incrementou 37%, para R$ 22,1 milhões. A margem Ebitda reportada pela operadora ficou em 30%, ou menor que os 42% apontados no segundo trimestre de 2020.

Dívida

Uma ampliação considerável no endividamento da empresa também foi indicado. Em termos brutos, o indicador saltou 1.171% em doze meses, para R$ 422,7 milhões. Já a dívida líquida cresceu 985% e alcançou R$ 328,5 milhões.

“A variação é reflexo da emissão de debêntures e obtenção de empréstimos e financiamentos de longo prazo para suportar o crescimento da companhia”, explicou a Desktop, no balanço.

Mercado

Nesta segunda-feira, a operadora também anunciou a aquisição de uma nova provedores regional de Internet: trata-se da Net Barretos, que presta banda larga com fibra óptica nos municípios paulistas de Barretos, Bebedouro, Guaíra, Pitangueiras, Colina, Jaboticabal, Jaborandi e região.

No sistema da Anatel, a adquirida soma quase 30 mil acessos de banda larga. A operação de compra ocorreu através da Startnet, controlada da Desktop após aquisição recentemente finalizada.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile