Oi adia assembleia para discutir alterações na eleição do novo conselho

A Oi adiou sua assembleia geral extraordinária marcada originalmente para o dia 3 de setembro. Segundo comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quinta-feira, 16, a nova é o dia 17 de setembro, às 11h, na sede da companhia no Rio de Janeiro. O adiamento ocorre para dar a acionistas "tempo suficiente para tomarem uma decisão informada sobre as matérias colocadas à sua deliberação" após ajustes na ordem dos itens da pauta da AGE. Entre os ajustes, está a inclusão de subitem no Estatuto Social da companhia para esclarecer que acionistas poderão eleger o presidente do conselho de administração, dentre candidatos integrantes da chapa consensual indicada para a composição do novo conselho.

O novo conselho de administração da companhia será formado por 11 membros titulares, sem suplentes, constantes da chapa consensual, com mandato de dois anos. A eleição será ratificada em sede da assembleia geral de acionistas convocada para tratar do assunto e do estatuto social.

A AGE também deverá aprovar a alteração do estatuto social para acomodar a homologação parcial do aumento de capital da empresa; para a alteração do limite de capital autorizado; para inclusão de novo artigo no capítulo de disposições finais e transitórias (adequando disposições do plano de recuperação judicial em relação à composição do novo conselho); e, por fim, aprovar a reforma do estatuto social.

Notícias relacionadas

Conforme explica a Oi, por causa do adiamento, será necessário que acionistas enviem novamente suas instruções de voto para a assembleia. As instruções já enviadas serão desconsideradas. A proposta do conselho de administração da companhia pode ser encontrada na CVM ou no site de relações com investidores da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.