OiTV deve, aos poucos, tirar Globosat das suas operações de cabo

A estratégia da OiTV com o lançamento do serviço do DTH sem estardalhaço e apenas no Estado do Rio de Janeiro é para sentir a resposta do mercado e a capacidade de instalação antes de uma fase mais agressiva de mídia. A Oi está lançando o produto depois de um período de teste com colaboradores da empresa, e agora entra na fase comercial efetiva.
Segundo apurou este noticiário, a estratégia da operadora é manter esse modelo de pacote básico com muitas opções de canais e permitir a montagem modular de outros pacotes sem pacotes intermediários. Uma das novidades que é esperada até o final do ano é a inclusão de um pacote com os canais Telecine, que entraria no mesmo esquema do pacote HBO, mas isso ainda depende de alguma negociação.
Sem Globosat

Notícias relacionadas
Outro aspecto importante é que as praças da OiTV por cabo afiliadas à Net Brasil e que hoje têm programação Globosat (Barbacena, Poços de Caldas, Uberlândia e Belo Horizonte) devem passar por um lento período de ajuste de line-up, aproximando-se do modelo do DTH e perdendo, obviamente, a programação Globo. As condições da transição estão sendo negociadas.
Outro aspecto que ainda não está sendo explorado é a oferta do OiTV em combos, com banda larga e telefonia. Esta estratégia se deve ao fato de que a operadora não quer passar a impressão de que é um produto apenas para clientes Oi, mas naturalmente esse potencial de pacotes combinados com outros serviços será explorado em breve.
O modelo da OiTV é muito parecido com o da parceria entre Telmex e Dish, no México, onde a operadora de telefonia conseguiu 550 mil clientes em seis meses de operação sem ter o sinal da Televisa, a maior rede de TV local, em seu line-up.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.