Airbus fabricará os 900 satélites da constelação da OneWeb

A Airbus Defense and Space fabricará os 900 satélites de órbita baixa (LEO) que integrarão a constelação da OneWeb para oferta de serviços de telefonia e banda larga para "bilhões de pessoas em todo o mundo que hoje não têm acesso", em especial em áreas rurais de todo o mundo. O anúncio da joint-venture com a Airbus foi feito na noite de segunda, 15, pela OneWeb, que tem o Grupo Virgin como seu principal investidor. A Qualcomm também é um dos acionistas da OneWeb. Dos 900 satélites, apenas 700 devem entrar em órbita nesta primeira constelação. Os outros 200 ficarão como uma reserva para eventuais substituições.

Notícias relacionadas
Os satélites em banda Ku serão projetados e fabricados pela Airbus, pesarão menos de 150 kg cada e juntos criarão uma rede com capacidade de 10 Tbps para oferta de Internet "a preços acessíveis". A expectativa é de que a constelação entre em operação em 2019.

Os artefatos serão lançados pelo programa LaucherOne, da Virgin Galactic, também parte do grupo Virgin presidido por Richard Branson. A rede promete ser "substancial e muito maior do que a de programas em princípio semelhantes", como da O3b Networks. À época do anuncio da criação da OneWeb, Branson declarou: "Estamos com a maior demanda já registrada para colocar satélites no espaço. No momento em que nossa segunda constelação estiver desenvolvida, a companhia terá lançado mais satélites do que já existem atualmente no céu".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.