IX.br bate 16 Tbps em março e passa a ser líder mundial em pico de tráfego

O maior ponto de troca de tráfego (PTT) do Brasil, o IX.br, registrou no último dia 7 de março a marca histórica de 16 Tbps de pico. Segundo a entidade, uma iniciativa do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), trata-se de um crescimento de 60% em relação ao mês de março de 2020, pouco antes de a pandemia do coronavírus ter começado a demandar o isolamento social no País. Nesta terça-feira, 16, esse pico já chegava a 16,7 Tbps.

De acordo com o diretor de projetos especiais e de desenvolvimento do NIC.br, Milton Kashiwakura, o crescimento anual no tráfego agregado de 33 localidades nas quais o IX.br está presente foi superior aos registrados nos maiores PTTs da Europa, "passando a ser o líder mundial em pico de tráfego e número de redes conectadas". Somente no PTT de São Paulo, o aumento foi de 50%, chegando a 12 Tbps no dia 9 de março deste ano. 

Fonte: IX.br
Notícias relacionadas

O avanço ocorreu porque, no decorrer do ano, houve aumento na procura de troca de tráfego com o IX.br, com 924 novas conexões. Além disso, foram 527 novos participantes, dos quais 377 foram em São Paulo. Além disso, novos provedores de conteúdo e aumento de usuários dos provedores regionais teriam contribuído. 

Com a pandemia, também existiu um aumento na demanda por dados, que motivou essas novas conexões. "Houve um acréscimo em março do ano passado, no início da pandemia na ordem de 15%, juntamente com uma mudança no perfil do tráfego diário, que ficou mais semelhante ao dos domingos. A partir de junho de 2020, o perfil de tráfego retornou ao padrão normal, sendo que o aumento no tráfego continuou muito consistente", avalia o gerente de infraestrutura do IX.br, Júlio Sirota, em comunicado. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.