Nos EUA, FCC dá licença temporária de espectro em meio ao coronavírus

Em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19), a Federal Communications Commission (FCC) dos EUA concedeu uma licença temporária de uso de espectro em 600 MHz para a T-Mobile. O objetivo é garantir que a operadora dê conta da demanda por banda larga gerada durante o período de "distanciamento social" recomendado pelas autoridades.

O espectro adicional foi pleiteado pela empresa como forma de suportar aplicações como telessaúde, teletrabalho e educação à distância durante o período de distúrbios. A licença especial é válida por 60 dias e se valerá tanto de espectro do inventário da FCC quanto capacidade cedida por oito incumbentes do 600 MHz.

O órgão regulador norte-americano nota que essa não é a primeira iniciativa para garantir serviços de telecomunicações para consumidores durante a pandemia: na última sexta-feira, a FCC lançou uma chamada exigindo que as operadoras do país facilitem a conectividade durante os próximos dois meses. Entre as medidas solicitadas está a manutenção dos serviços pelo período mesmo em casos de inadimplência.

No Brasil, a Anatel também agiu e publicou um ofício durante o final de semana indicando às operadoras de telecomunicações medidas para promover e ampliar o acesso a serviços como banda larga e telefonia móvel 3G e 4G diante da crise de saúde. Segundo a agência, providências excepcionais e específicas devem ser adotadas no contexto da pandemia; até o momento, algumas das principais empresastomaram iniciativas voluntárias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.