Seabras-1 terá novas conexões com PTTs em quatro países

Foto: Pixabay

Proprietária do cabo submarino Seabras-1, que liga São Paulo e Noka York, a Seaborn anunciou nesta quinta-feira, 16, a conexão da rota com seis pontos de troca de tráfego (PTTs, ou IXs na sigla em inglês) situados em quatro diferentes países.

Três das conexões já estão atualmente ativas: junto ao AMS-IX, em Amsterdã, na Holanda; ao DE-CIX, em Frankfurt, na Alemanha; e ao LINX, de Londres, no Reino Unido. Já os acordos com outros três PTTs localizados nos EUA devem ser postos em prática até o fim de janeiro, envolvendo o Equinix IX (SV1) de San José, o Equinix IX (DC4) de Ashburn e o CoreSite Any2 IX (LA1), em Los Angeles.

Notícias relacionadas

"Com essas conexões com IXs de alta capacidade, queremos que nossos clientes desfrutem dos serviços de peering remoto em um número cada vez maior de trocas globais estratégicas", afirmou em comunicado o COO da Seaborn, Andy Bax. Segundo o executivo, trata-se do "começo" da expansão da rede IP, e a empresa deverá anunciar "mais trocas globais para o Seabras-1 que estarão ativas em breve".

A divulgação das novas conexões ocorre quase um mês após a Seaborn protocolar nos EUA dois pedidos de recuperação judicial para subsidiárias diretamente responsáveis pela operação do Seabras-1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.