Para Anatel, bloqueio da portas TCP/IP pode ocorrer em casos específicos

Foto: Pixabay.com

Clientes residenciais que usarem o acesso à Internet para desenvolvimento de projetos profissionais (provedores caseiros) poderão ter a porta TCP/IP bloqueada sem ferir o principio da neutralidade da rede previsto no Marco Civil da Internet. Este é a conclusão que o Conselho Diretor da Anatel chegou na reunião desta quarta-feira, 14, ao analisar prática de bloqueio promovida pela Claro junto a um usuário residencial, denunciada ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MPF/RJ). A discussão foi pauta da reunião do Conselho porque a agência recebeu um pedido de manifestação daquele órgão sobre o tema.

Segundo o conselheiro relator, Otávio Rodrigues, além de defender a neutralidade da rede, o Marco Civil também permite a liberdade de modelo de negócio por parte das operadoras. Na avaliação dele, acompanhada por todos os demais conselheiros, o uso massivo da Internet pode comprometer a integridade da rede. Além disso,  ao analisarem o caso, os conselheiros entenderam que a prestadora agiu de forma transparente com o reclamante. O conselheiro, no entanto, destacou que a posição não antecipa sua decisão sobre a franquia da banda larga fixa.

2 COMENTÁRIOS

  1. A única maneira de escapar dessas restrições é comprar uma VPN port forwadind ilimitada e com servidores de alta velocidade. Ipjetable e Static IP VPN por exemplo. aí quero ver se as portas não abrem !!!!

  2. Muito interessante isso deles se reunirem entre eles e decidirem "Vamos desativar o TPC e o UDP" e não informar a ninguém sobre isso, além de botar uma cláusula escondida no meio do contrato. Aí a gente não consegue nem fazer uma coisa simples como liberar uma porta de internet pra jogar um jogo online. Sabemos muito bem o motivo de fazerem isso, eles se cagam de medo de alguém começar a usar a preciosa rede deles como servidor de qualquer coisa que seja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.