Neoenergia removeu 100 toneladas de equipamentos de postes em 2020

A Neoenergia publicou um balanço sobre a ação de organização de redes aéreas realizada pelas concessionárias de distribuição de energia do grupo. Em nove meses, mais de 100 toneladas de cabos e equipamentos de telecom foram removidas de postes na Bahia e em Pernambuco.

"Entre janeiro e setembro de 2020, a Coelba, concessionária da Neoenergia na Bahia, fez ações de segurança, fiscalização, ordenamento e manutenção em 14.612 postes, o que resultou na remoção de 61,5 toneladas de cabos", revelou a empresa, em comunicado. As iniciativas aconteceram nas cidades de Feira de Santana, Salvador e região metropolitana, Itabuna, Juazeiro e Vitória da Conquista.

Já na Celpe (que atende Pernambuco) foram realizadas 6.033 intervenções em postes e vãos de redes até setembro. Entre irregularidades técnicas, redes não identificadas ou oriundas de ocupações clandestinas, foram removidas 41,5 toneladas de materiais, incluindo equipamentos e ferragens. A ação ocorreu em 16 cidades.

Inspeção

No Rio Grande do Norte, a Cosern inspecionou aproximadamente 31 mil postes nos nove primeiro meses. A distribuidora também relatou remoções (especialmente no período do Carnaval), mas sem fornecer dados. Já a Elektro, que atua em cidades de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, reportou 100 mil novos pontos adicionados à estrutura de postes até agosto.

Remoção

A Neoenergia afirmou que as distribuidoras realizam remoções em casos de ocupação clandestina, ou quando as empresas de telecom não possuem contrato de compartilhamento e ocupam os postes sem cumprimento de padrões técnicos de segurança.

"O desafio hoje está em contar com a aderência das operadoras de telecomunicação de forma a realizar as adequações necessárias. No que se refere a ocupação clandestina, agimos de modo a inibir a reposição das redes irregulares após a remoção, sempre buscando a regularização dessas empresas", afirmou o superintendente de relacionamento com cliente da Cosern, Júlio Giraldi.

No momento, a Anatel e a Aneel estão revisando o regulamento para compartilhamento de postes entre as distribuidoras de energia e as empresas de telecom. O assunto será tema de consulta pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.