Telefónica confirma intenção de venda de operações na República Tcheca

A Telefónica confirmou em fato relevante enviado à Comisión Nacional del Mercado de Valores da Espanha que considera a venda de sua parte na Telefónica Cezch Republic. No comunicado publicado nesta terça-feira, 15, em resposta às especulações da imprensa internacional, a companhia diz que está "considerando alternativas estratégicas" em relação à sua parte na operadora tcheca, incluindo “conversas com investidores do grupo PPF”, grupo financeiro da República Tcheca controlado pelo bilionário Petr Kellner.

Agências internacionais de notícias citam fontes internas que a transação com o grupo PPF seria realizada no valor entre US$ 3,6 bilhões (mesmo valor pela qual teria comprado sua parte em 2005, na diluição da incumbent Cesky Telecom AS) e US$ 4,1 bilhões. A Telefónica possui 69% do capital da operadora tcheca, mas estaria disposta a se desfazer do ativo por não considerar a operação no país europeu como core dos negócios.

Recentemente, a companhia vendeu a operação da O2 na Irlanda por 850 milhões de euros. Por outro lado, a empresa tem precisado de caixa, pois firmou acordo para aquisição da operação alemã da holandesa KPN por 8,55 bilhões de euros. Além, é claro, do acordo com acionistas da Telco, controladora da Telecom Italia, para o gradual aumento de participação na empresa italiana, controladora da TIM Brasil. A dívida líquida da Telefónica é de 48,6 bilhões de euros.

Por enquanto, de certo mesmo apenas a intenção da empresa em engatar a transação com o PPF. O grupo espanhol, controlador da Telefônica/Vivo no Brasil, afirmou ainda no breve comunicado que não possui certeza sobre a viabilidade de um possível acordo, "nem a respeito de eventuais termos e condições".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.