Processo na Justiça do Rio contra Telecom Italia é extinto

A Justiça do Rio de Janeiro extinguiu o processo aberto contra a Telecom Italia pela JVCO Participações, veículo de investimento do empresário Nelson Tanure. Segundo nota divulgada pela TIM Brasil, a decisão foi tomada pela juíza Márcia Cunha, da 2ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. "A juíza confirmou que o acionista Nelson Tanure não tem participação suficiente para iniciar o processo, já que possui menos de 5% do capital da TIM Brasil", afirma o texto. A companhia ressaltou ainda que os balanços financeiros são "sólidos, transparentes e auditados por empresas independentes".

A JVCO Participações, uma acionista minoritária controlada por Tanure, deu entrada em uma ação na Justiça do Rio de Janeiro no dia 29 de setembro em que pedia uma indenização à Telecom Italia por suposto abuso de poder de controle da holding italiana na TIM Brasil, causando prejuízos à operadora brasileira e aos seus acionistas. Embora a ação não estabeleça o valor da indenização, a JVCO apontou como parâmetro a depreciação de valor de mercado da TIM, citando o próprio presidente da Telecom Italia, Franco Bernabè, em visita ao Brasil em maio deste ano, quando reconheceu uma perda equivalente a US$ 2,5 bilhões.

No dia 2 de outubro, Tanure entrou com denúncia contra a TIM Brasil junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pelo seu equivalente nos EUA, a Security Exchange Comission (SEC), acusando a empresa de haver fraudado seu balanço durante a gestão de seu ex-presidente Luca Luciani. Em nota enviada à imprensa na época, a TIM informou que, "como se trata de uma ação judicial, a companhia se posicionará sobre o caso em juízo".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.