Telefônica também vai recomprar ações ordinárias

A Telefônica vai recomprar até 2,9 milhões de ações ordinárias da Telecomunicações de São Paulo S/A (Telesp), holding que controla as operações de telefonia fixa do grupo no Estado de São Paulo e também a operadora móvel Vivo. Em comunicado, o Conselho de Administração da empresa afirmou que a intenção é reter até 10% do total de ativos com direito a voto em tesouraria. Os papéis estarão sujeitos a alienação, com posterior cancelamento, sem redução do capital social da Telesp.
De acordo com a companhia, circulam atualmente 31.249.000 milhões de ações ordinárias no mercado brasileiro. O programa de recompra acontecerá até 20 de outubro, sendo que o grupo pretende utilizar parte da reserva de capital para o pagamento pelos ativos.
Semana passada a empresa havia informado que pretendia comprar até 2,7 milhões de ações preferenciais, sem direito a voto.

Notícias relacionadas
Na visão de analistas do mercado o movimento da Telefônica é uma maneira de aproveitar as incertezas do mercado financeiro para comprar ações a preços mais baixos. "Com isto eles têm ganhos financeiros, comprando barato", comentou a analista da corretora SLW, Rosângela Ribeiro.
Segundo ela, a recompra de ativos se tornou febre entre grandes empresas de diversos setores. "Praticamente todas as companhias estão com programas deste tipo. Estão aproveitando o momento do mercado, que tem caído nos últimos pregões".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.