TIM acelera processo e abre rede para 16,4 milhões de clientes da Oi

Foto: Pixabay

A TIM anunciou nesta quarta-feira, 15, que concluiu a primeira fase da migração dos clientes adquiridos da Oi quase um mês antes do previsto. Com isso, os 16,4 milhões de usuários passaram a navegar simultaneamente na rede das duas operadoras.

A recepção dos assinantes estava prevista para ocorrer em janelas regionais e ser concluída em 6 de julho. "Estamos muito felizes em poder adiantar o nosso cronograma, o que também demonstra a nossa capacidade de responder rapidamente às necessidades dos clientes e surpreendê-los com uma experiência de navegação ainda melhor daqui para frente", afirmou o CTIO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville, em comunicado.

A mudança envolve usuários de 5,3 mil cidades em todo o País. Os DDDs que serão migrados para a TIM na partilha da Oi móvel são 11, 16, 19, 21, 22, 24, 32, 51, 53, 54, 55, 61 a 69, 73, 75, 89, 93 a 97 e 99.

Notícias relacionadas

Na primeira fase da migração, tais usuários utilizam a rede da TIM como se fossem um usuário de roaming – mas ainda são tarifados pelos sistemas da Oi, que foi contratada para serviços de transição. Ao navegarem simultaneamente na rede das duas operadoras, os clientes devem perceber upgrade na qualidade, o que pode ajudar na retenção da base herdada, espera a TIM.

Em seguida, é realizado o desligamento da rede Oi e o aproveitamento da infraestrutura e espectro – essa é a fase atual em andamento. Todo o processo é realizado sem impacto para os usuários, afirma a compradora da maior parte dos ativos da concorrente.

Por fim, haverá a integração sistêmica, quando tarifação e emissão de contas também passam a ser feita pela TIM. Os clientes serão comunicados previamente sobre as mudanças, que são feitas de forma automática. Além de manterem o mesmo número usado na operadora anterior, não será necessária a troca de chip para continuar navegando e fazendo ligações.

Apenas no estado de São Paulo, a absorção da base comprada nos DDDs 11, 16 e 19 totaliza 4,5 milhões de usuários (3,4 milhões, 430 mil e 700 mil, na ordem). Um piloto da recepção dos clientes da Oi móvel foi realizado em Campinas (SP).

Desafios

Mesmo com o adiantamento do processo nacionalmente, alguns desafios também foram enfrentados. Entre eles, praças onde a parcela de clientes recebidos da Oi era maior que a própria base da TIM (como o DDD 51) e localidades onde uma otimização de rede foi necessária por conta de dificuldades com terminais M2M em ponto de vendas (maquininhas de cartão).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.