Google cria serviço de streaming de música nos EUA

O Google é o mais novo player do mercado de streaming de música. A empresa anunciou nesta quarta-feira, 15, o lançamento do Google Play Music All Access, que funcionará tanto para desktops, por meio de site na web, quanto em smartphones e tablets Android, com uma atualização do app Google Play Music. Por enquanto, o All Access está disponível apenas para os EUA. A mensalidade é de US$ 10. Os primeiros 30 dias são gratuitos. E quem assinar antes de julho pagará o valor promocional de US$ 8.

Análise

A entrada do Google no mercado de streaming de música é uma ameaça para players independentes desse segmento, como Spotify, Deezer, Rdio e Pandora. Afinal, trata-se de uma gigante da Internet e seu app de música já vem embarcado em todos os smartphones Android, enquanto os demais precisam convencer o usuário a realizar o download. Porém, se tem vantagem em alcance e em fôlego financeiro, o Google não tem a mesma agilidade que esses outros players na criação de inovações especificamente em música. Além disso, é uma incógnita a rapidez com  que o All Access vai se espalhar para o resto do mundo. Os contratos de licenciamento com editoras locais dificultam o avanço desses serviços.

Depois do Google, é esperada a entrada da Apple em streaming de música, com um provável desdobramento do iTunes, hoje restrito a downloads. Será mais um player de peso pressionando os independentes. Talvez a melhor saída para estes últimos seja a parceria com operadoras celulares, como faz o Deezer na Europa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.