Roraima e Boa Vista têm piores índices de antenas de celular do País

Teatro de Boa Vista. Foto: Andrezza Mariot

O estado de Roraima e sua capital Boa Vista ocupam as últimas posições do País em rankings de quantidade e adensamento de estações rádio base (ERBs) para prestação de telefonia móvel, apontam dados da Anatel.

Segundo relatório elaborado pela agência, o Brasil encerrou o ano de 2021 com 96,4 mil estações ativas. Do total, 23,1 mil estão no estado de São Paulo, enquanto Minas Gerais e Rio de Janeiro surgem com pouco mais de 10 mil cada.

A situação é bem distinta em Roraima, onde apenas 191 ERBs foram identificadas pela agência. Além dela, somente Amapá (286) e Acre (307) somam menos de 500 estações. Veja a relação completa por estado na página 54 do documento elaborado pela reguladora.

Notícias relacionadas

Em termos de adensamento, a média nacional de 4,55 estações para cada dez mil habitantes é superada por unidades federativas como o Distrito Federal (7,17), Rio de Janeiro (5,86) e Santa Catarina (5,63). Quem fecha o ranking é o Maranhão (2,55 estações a cada dez mil habitantes), seguido justamente de Roraima (3,03). A relação completa também pode ser conferida na íntegra do relatório, adiantado por TELETIME.

Capitais

Já quando tomado o adensamento nas capitais, Roraima volta a ocupar a pior posição do ranking. Em Boa Vista, o índice calculado pela Anatel ficou em 3,68 estações para cada dez mil habitantes da cidade, atrás de Macapá (3,95) e Fortaleza (4). Neste caso, os melhores números são do município de Florianópolis, com índice de 9,68 estações para uma população de dez mil; veja maiores detalhes na página 57 do relatório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.