Anatel estima até 154,9 mil estações de telefonia móvel no Brasil em 2029

Foto: Pixabay

Após encerrar o ano de 2021 com 96,4 mil estações rádio base (ERBs) ativas nacionalmente, o Brasil deve chegar em 2029 com um quantitativo entre 121,8 mil e 154,9 mil ERBs para a oferta da telefonia móvel, de acordo com projeções da Anatel.

Os dados constam em panorama sobre o uso de radiofrequências no País elaborado pela agência. Mais conservadora, a primeira marca considera cenário no qual as operadoras vencedoras de lotes nacionais no leilão do 5G realizam um compartilhamento total das ERBs de quinta geração. Já a projeção de 154,9 mil estações imagina cada empresa instalando suas próprias estruturas por conta própria, sem compartilhamento.

Para o cálculo, foi considerado o cumprimento mínimo das obrigações previstas no edital do 5G e os números de população estimada nos municípios brasileiros. Com a chegada do novo padrão de redes, o crescimento de ERBs deve reverter tendência observada atualmente pela Anatel.

Notícias relacionadas

"Nota-se uma diminuição no número de estações licenciadas com relação a anos anteriores. Essa diferença está relacionada com a aquisição da Nextel por parte da Claro, ocorrida em 2019, mas que ainda reflete mudanças atualmente", afirmou o relatório da agência.

Participação

Ao fim de 2021, a Vivo era líder em número de estações rádio base licenciadas: 27,4 mil, ou 28,4% da base nacional. A TIM veio em seguida com 26,8% do share (25,8 mil ERBs), superando assim os números da Claro 22,7 mil estações e 23,6% do total instalado no Brasil.

Já no caso da Oi – que está se desfazendo da operação móvel com parte dos remédios concorrenciais associado ao desinvestimento de ERBs – soma 18,8 mil estruturas, ou 19,6% da participação no País. Juntas, as quatro grandes operadoras têm quase 99% das ERBs ativas. Outras empresas respondem por apenas 1,5 mil estações.

Frequências

O relatório da Anatel também se debruçou sobre a faixa (ou faixas) mais utilizadas para a operação das ERBs ativas. O 1,8 GHz aparece como a radiofrequência mais usada no País, habilitando a prestação da telefonia móvel em 65,9 mil estações.

Em seguida estão a faixa de 2,5 GHz (55,2 mil ERBs operando na frequência); o 2,1 GHz (53,1 mil); o 700 MHz (43,5 mil); o 850 MHz (40,6 mil); o 900 MHz (14,6 mil); e por último, o 450 MHz (207 estações).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.