Kassab defende investigação após citação em lista de Janot

Incluído em pedido de inquérito apresentado ao Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria-Geral da República, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, defendeu as investigações. "Estou muito tranquilo em relação a minha conduta na vida pública, todas as minhas campanhas foram pautadas na mais absoluta legalidade, estou sempre aberto, como sempre estive na minha vida, para receber todos aqueles que queiram questionar a minha participação, até o Ministério público, ele existe para isso e eu sempre aplaudi sua atuação", enfatizou.

O nome de Kassab surgiu em delações premiadas de executivos da empreiteira Odebrecht. De acordo com a denúncia, o ministro recebeu R$ 2,1 milhões no caixa dois.

O pedido de abertura de inquérito, apresentado na terça-feira, 14, pelo procurador-geral Rodrigo Janot ao STF, pede a abertura de investigações contra vários ministros e parlamentares. Caso seja aprovado, as investigações serão iniciadas e, ao fim, a PGR definirá se apresentará ou não denúncia contra os investigados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.