Provedor reclama da falta de portas para VPN da Telemar

De acordo com Pedro Alves Filho, diretor da WB Internet Services, além de impor o uso de seu backbone IP, a Telemar está bloqueando o acesso de sua infra-estrutura em ADSL para serviços de rede privada virtual (VPN). Segundo ele, a empresa não tem como estender ao Rio de Janeiro o mesmo serviço que já presta a um de seus clientes em São Paulo, via Speedy, da Telefônica. Interpelada pela reportagem de TELETIME News sobre o assunto, a Telemar não se pronunciou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.