EUA têm 2,7 milhões de domicílios a menos com TV a cabo em 12 meses

Os norte-americanos estão tendendo cada vez mais ao fenômeno do cord-cutting, ou seja, o cancelamento de uma assinatura de TV paga. De acordo com estudo do instituto de pesquisas Nielsen referente aos hábitos de consumo dos usuários no terceiro trimestre de 2012 nos Estados Unidos, o número de domicílios com TV a cabo caiu 2,7 milhões na comparação com mesmo período de 2011, totalizando 58,469 milhões no 3T12.

Notícias relacionadas

Em 2011, o mercado de TV paga nos EUA já havia encolhido 1,5%, segundo o Nielsen em relatório divulgado em maio de 2012. Na época, as operadoras de cabo perderem cerca de 2,9 milhões de assinantes.

O crescimento da tecnologia DTH foi modesto, com apenas 124 mil domicílios a mais em 12 meses, totalizando 34,777 milhões, segundo estima o Nielsen. As maiores operadoras de satélite nos EUA são a DirecTV e a Dish Network. Enquanto isso, o número de domicílios com TV por fibra (IPTV) cresceu 1,265 milhão na comparação com o ano anterior, chegando a 9,549 milhões de acessos nos Estados Unidos no terceiro trimestre de 2012. Ainda é um número inferior ao de casas norte-americanas com TV aberta, que cresceu ligeiramente (apenas 67 mil) no período de um ano e atualmente soma 11,117 milhões.

O número de domicílios com conexão banda larga e TV aberta cresceu 153 mil na comparação com o ano anterior. Entre as casas que só possuem TV aberta e nenhuma banda larga, foram 225 mil acessos a mais. Mesma tendência não foi vista no número de casas que possuem TV paga e Internet rápida: houve um recuo de 2,253 milhões de domicílios em 12 meses. A queda também foi observada entre os assinantes de TV paga que não possuem banda larga: recuo de 367 mil acessos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.