Claro e Google assinam parceria para beneficiar deficientes visuais

Foto: Pixabay

A Claro assinou uma parceria com o Google para oferecer acesso a pessoas com deficiência visual. Anunciado nesta segunda-feira, 14, o acordo por meio do Instituto Claro vai beneficiar pessoas assistidas pela Fundação Dorina Nowill pelos próximos dois anos.

O Google doará 1,5 mil smartphones Android, enquanto a operadora oferecerá planos com "preço social", subsidiado pela gigante de tecnologia e sem custo para os beneficiados. Os chips terão pacotes de dados mensais de 6 GB. Além disso, mais 40 linhas com franquias de 20 GB serão disponibilizadas para os instrutores da fundação. 

Os planos terão WhatsApp sem desconto da franquia (exceto para acessar links) e pacotes com dados adicionais para os aplicativos de mobilidade urbana Waze, Easy Taxi e Cabify. Para os pacotes acima de 10 GB, haverá ainda zero-rating para as redes sociais Facebook, Instagram e Twitter. A Claro dará ainda "apoio logístico à distribuição dos chips e aparelhos". 

Os smartphones terão as funções do Android para acessibilidade, incluindo transcrição instantânea, amplificação de som e a ferramenta de descrição de objetos por realidade aumentada (pela câmera), o Lookout. Os beneficiados receberão também um "guia digital" explicando essas funcionalidades e recursos.

Notícias relacionadas

A diretora de Comunicação, Responsabilidade Social Corporativa da Claro e vice-presidente de Projetos do Instituto Claro, Daniely Gomiero, disse por meio de comunicado: "A operadora apoia o objetivo do projeto de aumentar a autonomia nas atividades do dia a dia e nos processos de ensino, aprendizagem, qualificação profissional e entretenimento das pessoas com deficiência visual, possibilitando maior acessibilidade digital e inclusão social".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.