Receita da Intelsat alcança U$ 528 milhões com a PanAmSat

A receita Intelsat no terceiro trimestre foi de US$ 528,5 milhões, resultado 80% maior ao do mesmo período do ano passado. A maior parte desse crescimento se deve à incorporação da PanAmSat, que contribuiu com uma receita de aproximadamente US$ 219 milhões entre julho e setembro. Nesse trimestre, 47% da receita da companhia adveio de serviços de rede para operadoras de telecomunicações; 38% de serviços de vídeo; 14% de serviços governamentais; e 1% de outros. Um ano antes esses percentuais eram 61%, 18%, 20% e 1% respectivamente.
O Ebitda da companhia no período foi de US$ 287,5 milhões, o que representa uma margem de 54,4% sobre a receita. O crescimento do Ebitda foi de 47% em comparação com o mesmo período do ano passado, também em razão da aquisição da PanAmSat.

Notícias relacionadas
A Intelsat registrou um prejuízo líquido de US$ 172,5 milhões no terceiro trimestre. No mesmo período de 2005 o prejuízo havia sido de US$ 54,5 milhões. A piora no resultado se deve a três motivos: gasto de US$ 19 milhões com a integração com a PanAmSat; aumento de US$ 167 milhões no pagamento de juros; e gasto extra de US$ 49 milhões em decorrência de problemas técnicos com o satélite IS-802.

Integração

Ao fim de 2008, a Intelsat espera que passará a economizar US$ 92 milhões por ano em custos operacionais, graças à integração com a PanAmSat. Até lá, porém, a companhia deve gastar aproximadamente US$ 180 milhões para realizar tal integração. Cerca de 60% desse investimento terá sido feito durante todo o ano de 2006.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.