Grupo Telefónica tem resultado negativo de € 5,036 bilhões

O grupo Telefónica apresentou um resultado líquido negativo de € 5,03 bilhões nos nove primeiros meses do ano, atribuído principalmente a perdas com o mau desempenho de sua operação na Argentina e à desvalorização da moeda daquele país. Segundo o balanço do terceiro trimestre da empresa, publicado nesta quinta, 14, se fossem excluídos estes resultados, o grupo alcançaria um lucro líquido de € 1,5 bilhão.
O total de linhas fixas em serviço da Telefônica em todo o mundo no final setembro era de 43,306 milhões, ou 0,3% a mais que no mesmo mês do ano passado. Fora da Espanha, o grupo tinha no final do terceiro trimestre 24,187 milhões de linhas, ou 0,4% a menos do que em setembro de 2001. A expansão é maior na telefonia móvel, que registrava no terceiro trimestre uma base global de 45,305 milhões de clientes, 20,1% a mais do que no mesmo período do ano passado. O salto foi alto sobretudo fora da Espanha, incluindo a América Latina: 24,5% sobre uma base de 14,338 milhões. A empresa também destacou um forte crescimento na geração de caixa livre, de 44,3%, para € 6,425 bilhões, assim como o nível mais alto do EBTIDA do exercício, de 44,6%.
Na América Latina, por conta da instabilidade econômica de desvalorizações cambiais na região, houve uma diminuição no EBTIDA de 31,7% em euros. Neste mercado, a Telesp Fixa destacou-se por ter apresentado crescimento de receita de 10,6% em reais graças ao crescimento da planta média e ao aumento das tarifas no final de junho, que, segundo a empresa, compensou a redução do tráfego local por linha. No final de setembro, a Telefônica registrava 12,6 milhões de clientes de telefonia fixa no País, com sua operação Telesp Fixa, no Estado de São Paulo.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.