Projeto com aumento do ICMS em São Paulo é aprovado

Preocupando o setor de TV por assinatura, o projeto de ajuste fiscal (PL 529) do governo estadual paulista foi aprovado em votação pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) na noite da última terça-feira, 13. Entre as propostas do texto está um aumento do ICMS decorrente da retirada de incentivos ou exceções tributárias.

Após dificuldades para conseguir quórum na Alesp durante as duas últimas semanas, o governo liderado por João Dória viu o texto ser aprovado por 48 votos favoráveis a 37. Já na noite da quarta-feira, 14, foram votados os destaques do projeto. Com o passo, o texto final deve ser enviado para sanção do governador.

De escopo bastante amplo, o texto principal aprovado abre espaço para aumento da alíquota de ICMS em setores que pagam menos de 18%. Segundo Dória, a alta no imposto (classificada pelo governador como uma redução de benefício fiscais) deve durar dois anos e deixará de fora produtos da cesta básica e medicamentos.

No caso da TV por assinatura, o valor atual pago de ICMS é de 12%; com um aumento projetado de 20%, a alíquota passaria para 14,4%. Segundo entidades do setor, a alta pressionaria ainda mais a cadeia – já bastante afetada pela pirataria e pela assimetria regulatória frente serviços de streaming. A previsão do segmento é que a base do serviço deve encolher no estado após a medida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.