Governo de SP diz que vai entregar 750 mil chips na rede pública de ensino

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 14, que 750 mil chips com pacotes de Internet serão distribuídos para alunos e professores da rede pública de ensino do estado. Um investimento de R$ 75 milhões está previsto na iniciativa.

O programa foi anunciado pelo governador paulista, João Dória, durante coletiva de imprensa. Segundo ele, a entrega dos chips deve começar em novembro e atenderá cerca de 500 mil estudantes "vulneráveis" – alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental e de todas as séries do ensino médio, em situação de pobreza e extrema pobreza – inscritos no Cadastro Único do governo federal, além de 250 mil profissionais durante 12 meses.

O pacote mensal de dados na franquia prometida para alunos é de 3 GB. Já para os professores, serão 5 GB. Em ambos os casos, os planos terão ainda ligações e mensagens de SMS.

Ainda segundo o governador, os chips devem possibilitar acesso a "aplicativos e sistema que não utilizam os dados patrocinados" (ou zero rating) já oferecidos para estudantes através de um "centro de mídias" criado pela gestão estadual como forma de facilitar o acesso ao conteúdo educacional.

"Esse é mais um passo que damos em busca da integração de alunos e professores", afirmou Dória, sem esclarecer quando deverá executar a licitação, quantas operadoras serão escolhidas e nem de onde será retirado os recursos.

Vale notar que as aulas presenciais no estado estão suspensas desde março por conta da pandemia de covid-19. A rede de ensino paulista tem cerca de 3,5 milhões de estudantes. A cidade de Brasília e o governo federal também adotaram políticas semelhantes para bancar franquia de dados na rede pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.