Alta do dólar traz prejuizo à GVT

Avançando sobre a participação das concessionárias no mercado de telefonia fixa, a GVT já se tornou vítima da crise financeira mundial e da valorização do dólar ante o real. A empresa apresentou prejuízo de R$ 9,6 milhões no terceiro trimestre deste ano, contra um lucro líquido de R$ 41,2 milhões no mesmo período do ano passado.

Segundo a GVT, o resultado se deu em função da influência da valorização de 20,3% do dólar em relação ao real registrada entre 30 de junho e 30 de setembro de 2008, impactando cerca de 75% da dívida de longo prazo da GVT, que é em moeda americana, a qual se encerra em junho de 2011.

Já a receita líquida foi de R$ 347,4 milhões no terceiro trimestre, crescimento de 34,1% contra o igual período do ano passado. Somente a banda larga representa 16,5% da receita líquida da empresa no período.

No período, a GVT adicionou cerca de 203,4 mil novos clientes, número 166,4% maior do que o resultado do ano passado. Assim, a empresa fechou o trimestre com 1,74 milhão de linhas em serviço. Em relação a portabilidade, a GVT se beneficiou com 2,8 mil usuários que migraram para sua base de telefonia fixa, representando cerca de 20% do total de 14,3 mil clientes que solicitaram o serviço.

Até o momento, a GVT investiu R$ 488,9 milhões, 64% a mais que em 2007, dos quais R$ 177 milhões foram alocados no terceiro trimestre. Os aportes foram direcionados principalmente para a ampliação da rede, que saltou de 15 mil para 23 mil quilômetros no último ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.