Publicidade
Início Newsletter Fábio Faria: 5G não é um programa de Governo, mas do Brasil

Fábio Faria: 5G não é um programa de Governo, mas do Brasil

O 5G não é um programa de Governo, mas de Estado e do país. Assim o ministro das Comunicações, Fábio Faria, falou aos participantes do Painel Telebrasil 2021, nesta terça-feira, 14/09. O ministro ressaltou, na abertura do evento, que o leilão 5G será o maior já realizado pela Anatel e tem um valor estimado em R$ 54 bilhões, com investimentos em compromissos de cobertura e atendimento.

“Precisamos ter o 5G para reduzir o gap digital existente no Brasil. Nosso compromisso é levar a internet primeiro para o Norte do país e depois para o Nordeste, como aprovado no TCU. Precisamos fazer logo o leilão porque existem 40 milhões de brasileiros sem acesso à internet”, reforçou o ministro das Comunicações.

Na sua apresentação, Faria também fez um apelo aos gestores municipais para que simplifiquem a implantação da infraestrutura do 5G. “Precisamos conectar mais antenas para acelerar a digitalização”, frisou. O ministro das Comunicações rebateu as informações de que o 5G vai aumentar o preço do serviço. Segundo ele, haverá mais competição entre os provedores, o que trará redução de custo para o consumidor.

Notícias relacionadas

Fábio Faria insistiu que fazer o leilão 5G o quanto antes é essencial para o Brasil porque os mais de 40 milhões de brasileiros desconectados dependem da internet para trabalhar, estudar, para ficar informado sobre as ações do governo, para saber das vacinações, entre outras atividades. “Vamos trazer US$ 1,2 trilhão com o 5G para o Brasil nos próximos 15 anos. O Brasil já perdeu tempo demais. Não podemos perder mais. Estamos falando de economia digital. Após o leilão, a maioria dos problemas de cobertura estará resolvida e vamos mostrar os benefícios da tecnologia para cada brasileiro”, completou.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile