NII vende Nextel Argentina para Grupo Clarín

A NII Holdings deu o primeiro passo para uma tentativa de sair da Argentina e concentrar todos os esforços na sua maior operação, a Nextel Brasil. A companhia norte-americana anunciou nesta segunda, 14, uma aliança estratégica com o Grupo Clarín que inclui a venda de 49% do capital da Nextel Argentina, com uma opção de adquirir os 51% restantes mediante aprovações regulatórias. A transação da venda total da operadora argentina sairá por US$ 178 milhões – US$ 159 milhões já foram pagos, com o restante daqui a 30 dias.

Enquanto não recebe as aprovações regulatórias necessárias, a Nextel Argentina continuará sendo controlada pela NII Holdings. Em junho, a operadora contava com receita de US$ 178,3 milhões no semestre, com lucro de R$ 38,7 milhões. A base total é de 1,827 milhão de usuários, todos na tecnologia iDEN (trunking).

Em comunicado, a companhia americana afirma que a quantia recebida será destinada "para prover liquidez adicional para dar apoio às operações da NII no Brasil". O CEO da empresa, Steve Shindler, disse ainda que a transação cria um "caminho promissor para o futuro da Nextel Argentina e seus empregados" e, ao mesmo tempo, permite concentrar recursos na Nextel Brasil.

É a segunda medida que a empresa toma em pouco mais de um mês após a divulgação dos resultados do primeiro semestre do ano, quando Shindler disse estar "desapontado" com o desempenho tanto na Argentina quanto no Brasil. Ainda em agosto, a NII anunciou a contratação do ex-presidente da Oi, Francisco Valim, para a presidência da Nextel Brasil. A controladora norte-americana saiu recentemente do Chapter 11 (recuperação judicial). Na Argentina, o Grupo Clarín é dona da Cablevisión/Fibertel, operadora de TV a cabo que também possui acessos de banda larga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.